Viewing entries tagged
design thinking

Tudo pronto para Trilha de Design Thinking #TheDevConf

Comment

Tudo pronto para Trilha de Design Thinking #TheDevConf

A grade da Trilha de Design Thinking está publicada.  Vejam as palestras selecionadas e sua descrições detalhadas e bem formatadas no tdc/2015/saopaulo/trilha-design-thinking 

Recebemos mais palestras do que temos slots disponíveis.

Muito obrigado à todos que dedicaram aquele tempo de pensar no tema, sintetizar as milhões de idéias e escolher a sua melhor foto para nos enviar! 

Analisamos com carinho cada palestra avaliando o alinhando com proposta da Trilha http://adilsonchicoria.com/blog/1a-trilha-designthinking-tdc

Como é a Primeira Trilha de Design Thinking é também o momento de trazer conteúdo para estabelecermos uma discussão sobre Design Thinking. 

Vocês assistirão o Karuan Bertoluci falar sobre um panorama sobre o Design que retomará labels que foram dados ao design na medida em que a lógica de especialização a ele se aplicou e esquartejou mindset em disciplinas. 

Na sequência o Daniel Risi dá um jump para o contexto de tecnologia e nos provoca a olhar para os usuários de tecnologia como pessoas. Mostrará algumas práticas de pesquisa e desenvolvimento de protótipos usados em alguns projetos de sucesso. 

Ele chama atenção para

“..atender aos anseios e necessidades das pessoas . De forma holística..."


[holística] - está palavra é o curinga dos design talks desde que o Walter Gropius se levantou contra o reducionismo lá para as bandas de Weimar em 192x:)  .  

O pensamento holístico tem sido retomado na medida em que o Design volta para a estratégia. No entanto as vezes parece ter visão geral e se preocupar com vários aspectos da solução de problemas é uma coisa do mundo de fantasias, senão. por quê falar que o sujeito que tem skills em várias disciplinas (eh, tive que usar este conceito também), que faz pesquisa, que conversa com usuários, que cria personas, que conduz uma co-criação, que decide o que prototipar e também prototipa e ainda testa é um Unicórnio? A Livia Amorim e a Simone Beltraem vão falar sobre de como manter consistência entre Startar rápido com um Unicórnio[ Full-Stack Designer(?)] e dos desafios de aumentar o time de designers e manter a consistência e agilidade do desenvolvimento do produto.

Após um pouco de carboidratos do super-lunch do Subway que o TDC oferece a Fernanda Bernado irá nos contar sua história falando sobre Diabetes e como utilizou o mindset do Design para encontrar um um oportunidade para ajudar 22 milhões de brasileiros.

O Mauricio Olimpio abordará uma questão importante para que está no mundo de tecnologia - Não se apaixone por uma tecnologia! Acho que muitos já vimos este filme. Cedo ou tarde. Eu arrisco dizer que ao entrar em contato com Design Thinking algo mudou em sua vida. Quero saber que tecnologia partiu seu coração! A minha tem a ver com uma xícara de café!  Ah! E ele vai falar como usar o Design Thinking na sua carreira.

Que a imersão em Design transforma as pessoas muitas pessoas já perceberam. Design Sprint é isso. Imersão em Design pra transformar e acelerar a inovação dentro de um time-frame. O Claudio Teixeira irá nos apresentar o Design Sprint praticado na Google Ventures para ajudar suas startups aceleradas. 

Na sequência a Luisa Ribeiro vai mostrar que no Brasil também se está usando Design Thinking em aceleradoras. Ela vai falar dos Drives da Gema Ventures  e eu vou falar de como fizemos o último Design Sprint das startups que acabaram de entrar no processo de aceleração.

O Wagner Lúcio vai extrapolar o contexto tech-startups e nos mostrar um pouco de Design Thinking em projetos altamente competitivos envolvendo Service Design e Sistemas Complexos.

Para finalizar as palestras mostrarei como a IBM tem investido mais de 100 milhões dólares criando a IBM Design e investindo na disseminação da cultura de Design rompendo as barreiras entre unidades de negócios, as barreiras hierárquicas e as barreiras geográficas para escalar as práticas e mindset do Design com o IBM Design Thinking framework e o programa de Education & Activation. 

Comment

1ª Trilha de Design Thinking do TDC - Manifesto

Comment

1ª Trilha de Design Thinking do TDC - Manifesto

Inovar em Tecnologia buscando criar valor pessoal

Após o sucesso dos Workshops de Design Thinking no #TheDevConf Porto Alegre e  em Florianópols muitas pessoas se mostraram interessadas e contagiadas por saber mais, praticar e entrar em contato com o mindset, as ferramentas e a prática.

Ouvimos muitas pessoas de perfis totalmente diferente, discutimos suas Jornadas pessoais antes, durante e depois do TDC, e co-criamos muitas idéias e prototipamos algumas.

Especialmente em Floripa as idéias e insights gerados já tiveram impacto e aplicação imediata. Se revisarem os vídeos de TDC Online irão ver a Yara e Bruno falando sobre “maximizar sua participação” além de incorporar muito do que foi aprendido nas fazem de descoberta e entrevistas com os usuários durante o workshop em Floripa. 

Assim, iremos inaugurar a Trilha de Design Thinking no TDC São Paulo a qual tenho o orgulho de compartilhar a coordenação com o Fabio Velloso e o Daniel Wildt
http://www.thedevelopersconference.com.br/tdc/2015/saopaulo/trilha-design-thinking 

A idéia é trazermos para a comunidade do TDC nossos colegas da área de TI falando como estão usando o Design Thinking em sua realidade nas empresas - seja ela uma IBM, SAP,Oracle, Google, Microsoft, ou em startups, aceleradoras, centros de pesquisa e qualquer outra empresa/entidade/iniciativa relacionada a Inovação em Tecnologia e que percebeu que tecnologia com conexão humana gera muito mais valor. 

Se você ficou entusiasmado ao entrar em contato com o Design Thinking na sua realidade envie uma proposta de palestra para mais nova Trilha do TDC!!

http://www.thedevelopersconference.com.br/tdc/2015/saopaulo/call4papers

Essa eu já submeti!

Essa eu já submeti!

Tá com dúvida sobre o que submeter? 

Veja minhas palestras envolvendo Design Thinking no TDC:

 

Algumas coisas aleatórias que coletei nestes anos e podem fazer sentido para você e ajudar em algum ponto para se explorar nas palestras

"Coisas" Importantes do Design 

  • Só tem valor se tiver Co-Criação        
  • Sempre seja Construtivo         
  • Mantenha a Visão Holistica         
  • Conte com Time Multidisciplinar        
  • Sempre Assuma a Perpectiva do Usuário        
  • Empodere os outros para liberar sua Confiança Criativa esmagada ao longo dos anos      
  • Não obstrua sua Criatividade tampouco à dos outros
  • Criatividade é associação de idéias não arte sulrealista 
  • Entender OK mas tem é sempre limitado, o negócio é na Prática        
  • Aplique as ferramentas conhecidas e derive delas - mude o nome se quiser!
  • Construa suas próprias ferramentas - alguém vai derivar delas um dia        
  • Acredite no Lateral Thinking  - emperrou? largue tudo e vá comer um pedaço de torta!  Com café é claro!      
  • Visual Thinking Retenção na memória de 150% com Visual Thinking     
  • Sempre praticar dentro de um Time-Boxing         

(se quiser compartilhar algo comente ai! ) 


Medos, Inseguranças e Dúvidas antes de começar  (sempre temos!)

  • Quero ver para onde estou indo!                           
  • Estou acostumado a saber todos os passos do processo e não consigo enxergar para onde vou!                          
  • Gostaria de saber o que vem depois!                            
  • Não sei se o resultado da fase atual é bom!                            
  • Não sei se devo refazer a interação                            
  • Acho que não vai dar em nada isso aqui                            
  • Não sei o que perguntar para o usuário      

Coisa legais que percebemos após um Design Sprint...

  • Expansão da Consciência dos Problemas e Pessoas envolvidas.                                    
  • Aumento do Conhecimento da Equipe sobre  Problema.                                    
  • Visão Holística da Equipe sobre o Problema e as Pessoas envolvidas.                                    
  • Alinhamento da Equipe sobre  o problema e quem são as pessoas envolvidas.                                     
  • Visão Clara sobre quem é o Cliente (usuário - tipos de usuários - personas) .                                   
  • Ir em Direção dos problemas dos nossos usuários.
  • Materialização da Insights capturados via categorização e discussão racional e apaixonada                                   
  • Criação de Idéias a partir de Pain Points e Oportunidades visualizadas nas Entrevistas e Jornadas, Co-criação, Avaliação de Protótipos e conversas no cafezinho.                                                                 
  • Escolher uma idéia simples e prototipar.                               
  • Prototipação pode ser feita até no papel de pão my friend!                                                                        
  • Sentimento de Participação do Processo de Decisão.                                     
  • Sensação de Criação conectada com necessidades e anseios dos usuários                                    Sensação de Criação com propósito.                                                                          
  • Sensação de Produtividade após as interações em total estado de fluxo        

                                                

Comment

Comment

EISE 1ª Geração de Service Thinkers

Quando me juntei à EISE (Escola de Inovação em Serviços ) em 2013 a 1ª Geração de Service Thinkers estava na metade de sua Jornada.

Tive a oportunidade de conviver mais com uns do que com outros e acompanhei os 6 meses finais desta turma compartilhando módulos, tutorias e muitos cafés! 

Em 13 Julho de 2013 os 4 grupos de Service Explorers apresentaram seus pitchs e projetos para um board formado por designers, advogados e geeks conectados com o mundo de investimento em startups. 

Vejam ai no que deu..

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As fotos estão no meu flickr ( é! eu ainda uso )

Com muitas cores e alta resolução.

e em branco e preto imortal

Flash is sucks eu sei! 
Com iphone e ipad clique aqui 
https://www.flickr.com/photos/adilsonchicoria/sets/72157638957351704/

Gostou tanto que queria ter um Photo Book de Capa Dura, formato paisagem com impressão de alta qualidade em papel brilhante e cheiroso?

Eu ainda não comprei o livro no Blurb mas gostaria de vê-lo impresso!

Link direto para o amazing Photo Book no Blurb
 http://www.blurb.com/b/5012719-eise-1a-geracao-de-service-thinkers

Se estiver desesperado para compartilhar as fotos no facebook, não se preocupe, elas já estão todas lá em nos meu álbuns:

Colorido no Facebook

https://www.facebook.com/adilsonchicoria/media_set?set=a.597241716962795.1073741833.100000309157452&type=3

Branco e Preto Imortal no Facebook
https://www.facebook.com/adilsonchicoria/media_set?set=a.678025315551101.1073741841.100000309157452&type=3

Por que ? 

Bom, como diria um tal de Phillippe Petit : " There is no why ! " .

Só seguindo meu drive DIY-ao-menos-uma-vez!  

Comment

Comment

Escola de Inovação em Serviços - EISE. Por que não Curso, Pós ou ainda MBA ?

Atendo-me à partícula Escola (estamos no começo do ano ainda e muito por vir sobre Design, Inovação e Serviços) ) fiz uma consulta rápida ao dicionário listei as definições para Escola em português.

escola |ó|
s. f.

  1. Estabelecimento de ensino.
  2. Conjunto formado pelo professor e pelos discípulos.
  3. Os professores.
  4. Os discípulos.
  5. Doutrina, sistema.
  6. Seita.
  7. Aprendizagem, ensino, tirocínio.
  8. Método e estilo de um autor, de um artista.
  9. Processos seguidos pelos grandes mestres.

Reli o manifesto da EISE e me pareceu que a definição acima não alcança o que abstraí. Tornei então à uma definição em inglês http://www.thefreedictionary.com/school:

Correndo a leitura em diagonal parei nesta - dentre várias outras não menos ricas:

a. A group of people, especially philosophers, artists, or writers, whose thought, work, or style demonstrates a common origin or influence or unifying belief: the school of Aristotle; the Venetian school of painters.

Meio cult não!? E ainda cita um pensador(wow!).  Mas o que me deteve nesta definição e me viera à mente foram as percepções que tive em volta da fogueira - o tal do campfire -  do qual participei com os service explorers (isso mesmo, começando com uma auto-exploração com uma Probe  que lhe exigirá momentos de reflexão intensos sobre sua vida - passado, presente e futuro!) da primeira geração da Jornada de Inovação em Serviços no campfire Open School.

Nesta conversa aberta pude sabatinar estas pessoas - ali mesmo, dentro da escola. Queria saber como Designers de Produto, Designers Gráficos, Advogados, Psicólogos, Engenheiros, Jornalistas, Profissionais de Marketing dentre outros profissionais vieram parar ali e por que? Como estavam sendo suas experiências (boas e ruins) e o que viam em seu futuro?

Apesar das origens profissionais distintas o que me pareceu ressoar entre suas experiências pré-EISE foi a sensação de insatisfação. Não a de um matuto que não obteve o que queria, mas aquela que no faz emergir em meio à mediocridade geral instalada. Principalmente aquela que tem começo em nós mesmos e que vemos impregnada nas relações pessoais, de trabalho e de consumo.

Além deste inconformismo esta escola tem a influência de pessoas como o Tennyson Pinheiro e Luis Alt (seus fundadores) os quais há alguns anos encabeçam a crença na mudança pelo design. E ainda, ela arregimenta ou melhor atraí - por sua massa densa e não homogênea - outros service thinkers que atentam contra a estagnação mental de quem lá se propuser a explorar.

Já mesmo durante o campfire nos tornamos exploradores, pois aqui a definição professor e discípulo não se aplica. As trocas começam ali, com sua própria história e experiência se entrelaçando à dos outros em meio aos estalidos de nossas mentes crepitantes.

Foi impossível não aderir a segunda geração da jornada que iniciou-se esta semana.

Após auto-explorar-me por muitos dias refletindo minha vida em  fotos, fatos, desenhos e textos ; explorar a EISE em um vai-e-vem de informações e explorar as mentes dos participantes da primeira jornada; - Cá estou eu! 

eise-key.jpg

Cartão de acesso para a EISE e para um novo mundo!

Pela minha experiência até aqui só posso dizer que está bem diferente dos cursos e MBA que já contatei e visitei por aí.

Como já está sendo uma ano cheio de mudanças novos posts virão sobre minha experiência na Jornada de Inovação em Serviços da Escola de Inovação em Serviços.

Segue um vídeo introdutório com a proposta da EISE pelo seus fundadores.

Comment